Santander digitaliza contratos de câmbio

Santander digitaliza contratos de câmbio

Coluna do Broadcast

25 Setembro 2018 | 04h00

O Santander Brasil deu um passo além na sua investida digital, ao permitir que clientes pessoa jurídica realizem de forma 100% online suas operações de câmbio, para exportações, importações, remessas ou recebimentos de moeda estrangeira. É o primeiro banco no País a oferecer a assinatura eletrônica nos contratos de troca de moeda, sem a necessidade de utilização de e-CPF. A novidade beneficia cerca de 16 mil empresas que recorrem regularmente a transações desta natureza.

Parrudo
Somente no mês de agosto, o Santander registrou quase 80 mil contratos cambiais, com o maior volume movimentado entre as instituições financeiras que atuam no País, de cerca de US$ 33 bilhões. A assinatura eletrônica, conforme circular do Banco Central, será possível somente para os chamados câmbios prontos, com liquidação em até dois dias úteis. Os câmbios futuros, Adiantamentos sobre Contratos de Câmbio (ACCs) e Adiantamentos sobre Cambiais Entregues (ACEs) seguem, por ora, o sistema atual.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos as notícias em tempo real

Mais conteúdo sobre:

Santander Brasil;câmbio