São Paulo tem recorde de locação de prédios corporativos no 1º trimestre

São Paulo tem recorde de locação de prédios corporativos no 1º trimestre

Economia & Negócios

20 Abril 2018 | 04h00

O mercado de edifícios corporativos teve recorde de comercialização no começo do ano na cidade de São Paulo. O saldo entre áreas alugadas e devolvidas – chamado pelo jargão de absorção líquida – foi positivo em 127,3 mil m² no primeiro trimestre, o maior nível já registrado pela consultoria imobiliária Buildings desde 2005, quando passou a realizar essa pesquisa. O saldo de locações do primeiro trimestre de 2018 também foi quase o triplo do verificado no quarto trimestre de 2017, quando atingiu 44,1 mil m².

Há vagas. Apesar do recorde de locações, São Paulo teve aumento de espaços vagos, que passaram de 19,2% para 20,7%. Isso aconteceu porque houve também um recorde de entrega de prédios que estavam em construção, o que ampliou em 205 mil m² a área total disponível para locação, segundo a Buildings. (Circe Bonatelli)

Siga a @colunadobroad no Twitter