Sapore mira refeições em colégios e prevê R$ 50 mi

Sapore mira refeições em colégios e prevê R$ 50 mi

Coluna do Broadcast

19 de março de 2019 | 04h00

A Sapore, multinacional brasileira de restaurantes corporativos e eventos, quer se consolidar no segmento de refeições escolares. A companhia deve fechar o mês com 12 novas unidades de escolas na carteira, além dos 10 colégios atendidos desde o ano passado – incluindo o English School, em Bogotá, Colômbia. A expectativa é de que a área tenha uma participação relevante no faturamento da Sapore este ano, alcançando os R$ 50 milhões.

Primeira linha
Com os novos contratos fechados, a Sapore passa a cuidar da alimentação dos estudantes das seis unidades do Colégio Porto Seguro, em São Paulo e em Valinhos; da lanchonete do Graded School, também em São Paulo; da unidade da Barra da Escola Eleva, no Rio de Janeiro; do Colégio Pitágoras, em Belo Horizonte; do Colégio Apoio, em Uberaba; e das duas unidades do Colégio Lato Sensu, em Manaus.

Negócio novo
Até 2017, quando as receitas da Sapore fecharam em R$ 1,8 bilhão, o faturamento com escolas não chegava aos R$ 10 milhões. Foi naquele ano que a Sapore redesenhou o negócio com foco nas escolas do ensino fundamental, com o lançamento da marca da área escolar, a DEZ. Antes de 2017, a Sapore somente operava em universidades.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+

Mais conteúdo sobre:

saporealimentos