Sapore quer ficar com cerca de 60% após combinação com IMC

Sapore quer ficar com cerca de 60% após combinação com IMC

Coluna do Broadcast

13 de dezembro de 2018 | 04h00

A Sapore, empresa de refeições coletivas, pretende ficar com até 60% da empresa combinada com a IMC, dona da rede de restaurantes Viena e do Frango Assado, na nova estratégia montada desde que lançou, há quase um mês, oferta pública (OPA) para aquisição de ações da IMC. O porcentual supera o feito na proposta anterior, que acabou rejeitada pela IMC em setembro.

A OPA, que assumiu contornos de oferta hostil, foi o caminho encontrado para a Sapore dar vazão a seu desejo de incorporar seus negócios aos da IMC. Esta última, por sua vez, buscou defender-se convocando seus acionistas para votarem, nesta quinta-feira, 13, um mecanismo de proteção à dispersão acionária, também chamado de poison pill, pelo qual um investidor que chegar a 30% do capital é obrigado a fazer oferta por toda a empresa.

Um a um. O poison pill é, portanto, o primeiro empecilho a ser vencido para a Sapore concluir seu plano. O passo seguinte será garantir o sucesso da OPA, do dia 19, por meio da qual a Sapore pode ficar com 42% de participação na IMC, desembolsando cerca de R$ 500 milhões. Mesmo porque, o Conselho de Administração da IMC já recomendou aos detentores das ações que rejeitassem a oferta. Para atrair esses acionistas, no entanto, a Sapore propôs prêmio de 35% sobre o valor dos papéis na época em que lançou a OPA. Caso consiga ficar com os 42% da IMC, a batalha seguinte será concretizar a combinação dos ativos em um relação de troca no intervalo de 32,5% a 27,5% do capital da IMC, o que a levaria a alcançar, eventualmente, um participação ao redor de 60%, podendo ser maior ou menor a depender dos desdobramentos das negociações entre ambas.

Com a palavra. A Sapore esclareceu que, conforme consta no edital da OPA, a combinação de negócios será definida pelos acionistas da IMC, após avaliação de um banco independente por eles escolhido, a fim de estabelecer o valor de cada companhia e o percentual da relação de troca.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast +

Tudo o que sabemos sobre:

sapore

Tendências: