Saraiva contrata BR Partners para melhorar estrutura de capital

Saraiva contrata BR Partners para melhorar estrutura de capital

Coluna do Broadcast

30 Setembro 2018 | 05h00

A livraria Saraiva contratou a BR Partners para melhorar sua estrutura de capital, o que pode envolver um aporte de capital. A companhia teria ainda a pretensão de buscar entrada no Novo Mercado da B3, segmento de mais elevada governança. Para isso, a empresa precisa converter suas ações preferenciais em ordinárias, que são aquelas com direito a voto. Uma das hipóteses para capitalização – que se comenta seria da ordem de R$ 100 milhões -, ocorreria por meio da emissão de debêntures conversíveis em ações ordinárias. Com essa estratégia a família, que controla o negócio hoje, seria diluída, permitindo o ingresso de um grupo de investidores já interessados na empresa.

Volta às aulas
Um dos destinos dos recursos levantados com o aporte seria reabastecer o estoque da Saraiva para a volta às aulas de 2019. A Saraiva passa por um processo de reestruturação operacional, com auxílio da consultoria da Galeazzi & Associados. Um dos pilares das mudanças emplacadas por Galeazzi tem sido a relação com fornecedores para mais próximo dos moldes praticados por todo o mercado de varejo, com o objetivo de maximizar caixa e ampliar a capacidade de diversificação da oferta de produtos. De acordo com o balanço do segundo trimestre, a dívida bruta da Saraiva somava R$ 296 milhões ao final de junho. A Saraiva fechou o período com prejuízo liquido de R$ 36 milhões. Procurada, a Saraiva confirmou a contratação das duas assessorias, mas afirmou que não comenta sua estratégia de negócios.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos as notícias em tempo real