Saudi Aramco bate valor de mercado de companhias brasileiras na bolsa

Saudi Aramco bate valor de mercado de companhias brasileiras na bolsa

Coluna do Broadcast

06 de novembro de 2019 | 04h00

Mesmo com o Ibovespa batendo os recordes de máxima, agora próximo da casa dos 109 mil pontos, o valor de mercado de todas as companhias listadas no Brasil perde para a cifra estimada para gigante petrolífera árabe Saudi Aramco, que deve estrear no rol de empresas listadas valendo US$ 1,5 trilhão. O montante é US$ 500 bilhões inferior ao consolidado das empresas registradas da B3. São 328 no total e que, juntas, têm valor de mercado de R$ 4,3 trilhões, equivalente a um pouco mais de US$ 1 trilhão.

Gente grande. A gigante árabe Saudi Aramco, escolheu a bolsa Saudi Stock Exchange (Tadawul), em Riad, para listar suas ações. Na B3, a dona do maior valor de mercado é também de uma petrolífera, a Petrobras – nos tempos de Lava Jato, a empresa chegou a perder o posto para o Itaú Unibanco – com mais de R$ 410 bilhões, ou, em valores aproximados US$ 100 bilhões. Esse é, aliás, o valor estimado da oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Saudi Aramco, que será o maior já visto ao redor do globo.

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

 

foto: REUTERS/Ahmed Jadallah

Tudo o que sabemos sobre:

Saudi Aramco

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.