Seguradoras tentam reduzir fraudes para minimizar operacional ruim

Coluna do Broadcast

17 Novembro 2016 | 05h00

As seguradoras estão mais rigorosas na gestão de sinistros, em uma tentativa de evitar fraudes e, assim, minimizarem a piora operacional de seus negócios. No caso do ramo de automóvel, por exemplo, de 10% a 15% dos prêmios visam a cobrir fraudes – em 2015, dos R$ 4,5 bilhões em sinistros suspeitos, mais de R$ 600 milhões tiveram fraude confirmada.

E ainda os juros

Mas as empresas já trabalham para baixar esses valores como forma de compensar, ainda que parcialmente, o cenário que inclui aumento de roubo e furto de veículos, queda na venda de carros e redução de vidas seguradas. Como se não bastasse, há novos cortes de juros previstos pela frente, o que deve comprimir o resultado financeiro das seguradoras.

Mais conteúdo sobre:

seguros