Sem consenso, Caixa e CNP adiam conversas de nova joint venture para março

Sem consenso, Caixa e CNP adiam conversas de nova joint venture para março

Coluna do Broadcast

31 de janeiro de 2018 | 05h00

A Caixa Seguros e a seguradora francesa CNP Assurances não chegaram novamente em um consenso sobre a nova joint venture em seguros, nas áreas de seguro de vida, prestamista e previdência privada. A operação corre, inclusive, risco de não sair. Mas há muita água para rolar. Agora, a expectativa é de que as negociações sejam retomadas no fim de março.

Motivo
A Caixa teria deixado por último o acordo com a CNP porque a francesa também disputa os demais ramos do balcão de seguros do banco público com mais players. Assim, caso a CNP arremate algum outro segmento, a negociação em andamento poderia mudar.

Para lembrar
Atual sócia da seguradora da Caixa, a CNP também fez proposta para disputar as demais sociedades de seguros que foram ofertadas ao mercado. Em automóvel, a CNP considera fazer uma parceria com a SulAmérica na segunda fase da disputa, quando ocorrem as ofertas vinculantes. Já no habitacional, joia da coroa da Caixa, a francesa deve concorrer sozinha. Procurada, a Caixa não comentou.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

Caixa Econômica Federalseguros

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: