Setor diz que preços de medicamentos podem aumentar até 18%

Setor diz que preços de medicamentos podem aumentar até 18%

Fernanda Guimarães

14 de janeiro de 2021 | 05h00

O setor farmacêutico fez seu alerta: a redução do subsídio do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) pelo governo do Estado de São Paulo pode significar um aumento de até 18% nos preços dos medicamentos de marca e similares. O cálculo é da Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Nacionais (Alanac). Nesta semana a Alanac, em conjunto com outras sete entidades do setor, enviou uma carta ao governador João Doria (PSDB) solicitando a manutenção dos subsídios fiscais para todas as classes e categorias de medicamentos. O governo já voltou atrás em relação à retirada de benefícios fiscais para os genéricos.

 

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 13/01/2020  às 10:54:51 .

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse

Tudo o que sabemos sobre:

icmsAlanac

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: