Smartfit avalia fazer IPO no começo do próximo ano

Smartfit avalia fazer IPO no começo do próximo ano

Coluna do Broadcast

04 Dezembro 2018 | 00h04

Depois de apresentar forte expansão ao longo de 2018, a rede de academias Smartfit se prepara para a possibilidade de lançar sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) já em fevereiro de 2019. Se bater o martelo e decidir seguir com esse cronograma, a companhia terá que fazer seu registro para a oferta junto à CVM até o dia 13 de dezembro. Uma das questões discutidas é se esse será, de fato, o melhor momento para a emissão. A companhia quer dar um tiro certeiro. Além disso, terá o desafio de ser a primeira deste setor na bolsa brasileira. O processo de abertura de capital enseja, ainda, educação aos investidores sobre como analisar esse setor estreante na B3.

Ousada. Com plano de expansão agressivo, a rede de academias de ginástica registrou, no terceiro trimestre deste ano, um prejuízo de R$ 25 milhões, ante lucro de R$ 4,6 milhões no mesmo intervalo do ano passado. O resultado deve-se ao aumento das despesas financeiras, com a dívida crescendo 85% no período. No mesmo intervalo, a base de clientes avançou 36,4%, para dois milhões, e o número de academias saltou 34,6%, para 588 unidades. Procurada, a Smartfit não comentou.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+

Mais conteúdo sobre:

SmartfitIPO