Sócios da XP estão liberados para saída em IPO

Sócios da XP estão liberados para saída em IPO

Economia & Negócios

14 Agosto 2018 | 04h00

Depois das aprovações regulatórias para a compra de uma fatia minoritária pelo Itaú Unibanco, os sócios da XP Investimentos, em especial os fundos Dynamo e General Atlantic (GA), estão liberados para buscarem sua saída do investimento por meio de uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). O aval dado no final da semana passada pelo Banco Central foi para a compra, pelo Itaú, de 49,9% do capital total da XP, fatia que poderá crescer para 62,4% em 2022. Com o Acordo em Controle de Concentração (ACC) assinado com o BC, os fundos perderam a porta de saída, que seria dada de forma integral no momento em que o Itaú comprasse 74,9% do capital da XP, o que foi vetado pelo regulador. A XP estava, em 2017, adiantada em seu processo de abertura de capital, mas a oferta bilionária do Itaú suspendeu os planos. Dessa vez, contudo, uma eventual oferta seria apenas secundária, visto que a XP acaba de receber injeção extra em seu caixa. Procurada, a XP não comentou.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos as notícias em tempo real