SPAC do Mercado Livre e do fundo Kaszek levanta US$ 250 milhões na Nasdaq

SPAC do Mercado Livre e do fundo Kaszek levanta US$ 250 milhões na Nasdaq

Cynthia Decloedt

30 de setembro de 2021 | 05h20

SPAC deve usar recursos levantados para comprar empresas de tecnologia  Foto: Andrew Kelly/ Reuters

O Mercado Livre e o fundo Kaszek levantaram, na terça-feira,  US$ 250 milhões na bolsa norte-americana Nasdaq na oferta de sua Companhia com Propósito Específico de Aquisição  (SPAC, na sigla em inglês). O objetivo é usar os recursos para comprar empresas de tecnologia na América Latina. O Kaszek já é investidor do Nubank e do QuintoAndar.

A SPAC foi batizada de Meli Kaszek Pioneer e vendeu o lote principal de 25 milhões de ações ordinárias, a US$ 10 cada, garantindo US$ 250 milhões. A SPAC foi listada na Nasdaq com o ticker MEKA.

A maior parte dos investidores foi de estrangeiros, com pouca alocação entre locais brasileiros. O Mercado Livre e a Kaszek haviam se comprometido a colocar US$ 50 milhões cada na SPAC, segundo o prospecto.

Aparentemente não foi colocado o lote extra de mais 3,75 milhões de ações – US$ 37,5 milhões, que poderia levar a operação para US$ 387,50 milhões.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 29/09/2021 às 11h38.

Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

Spacmercado livrefundotecnologianasdaq

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.