Máquina de Vendas está perto de ser vendida por R$ 250 milhões

Máquina de Vendas está perto de ser vendida por R$ 250 milhões

Coluna do Broadcast

03 Agosto 2018 | 18h00

A Stardboard, empresa especializada na reestruturação e aquisição de participação em companhias em situação de estresse financeiro, está perto de fechar a aquisição do controle da Máquina de Vendas, dona das redes Ricardo Eletro, Insinuante, City Lar, Salfer e Eletro Shopping. A companhia é a terceira maior varejista do segmento de eletroeletrônicos, atrás da Via Varejo e Magazine Luiza. A venda para a Starboard, com recursos de um fundo constituído após a aquisição de 20% da empresa brasileira pela empresa norte-americana Apollo, foi antecipada em março pela Coluna do Broadcast.

Transação
O valor da transação é de R$ 250 milhões e dará à Starboard uma fatia de 72,5% na Máquina de Vendas, portanto o controle da companhia. Ricardo Nunes, fundador da Ricardo Eletro, seguirá na companhia, como diretor da área comercial. A operação deve ser concluída após a homologação do plano de recuperação extrajudicial, que será protocolado na Justiça na semana que vem. A companhia acumula dívidas de R$ 1,28 bilhão e tem entre os maiores credores o Itaú Unibanco, Bradesco e Santander.

Crise antiga
Com dificuldades financeiras há vários anos, a Máquina de Vendas precisa dos recursos para recompor seus estoques e consolidar sua expansão. A falta de crédito junto aos fornecedores gerou carência de produtos, especialmente em equipamentos como TV e aparelhos de som. No ano passado, a Máquina de Vendas reestruturou uma dívida de R$ 1,7 bilhão com bancos para pagamento daqui a sete anos. A Máquina de Vendas, que tem 650 lojas e faturamento anual de R$ 5 bilhões, chegou a possuir 1.200 lojas no País. Procurada a Máquina de Vendas não retornou. (com Dayanne Sousa)

Siga a @colunadobroad no Twitter