Startup de educação deslancha com correções de redação pela internet

Startup de educação deslancha com correções de redação pela internet

Circe Bonatelli

05 de novembro de 2020 | 05h13

Estudantes no vestibular. Foto: Marcos Santos/USP Imagens

A Redação Nota 1000, startup de prática e correção online de redação, aumentou em 35% seu faturamento e em 50% o volume de redações corrigidas durante a pandemia (entre março e setembro). A companhia digital de educação atingiu a marca de 2 milhões de correções desde a sua fundação, em 2014. Sua especialidade é oferecer macetes e serviços de correção de redação, na preparação de estudantes para exames como Enem e Fuvest. A empresa foi fundada por Clayton Dick e a Carolina Siequeroli (ex-Abril e ex-Buscapé, respectivamente).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: