Stone espera desembarcar na Nasdaq após 2º turno valendo até R$ 20 bi

Stone espera desembarcar na Nasdaq após 2º turno valendo até R$ 20 bi

Coluna do Broadcast

03 Outubro 2018 | 04h00

A empresa de meios de pagamentos Stone prepara seu desembarque na bolsa americana Nasdaq, após o segundo turno das eleições presidenciais no Brasil, esperando uma avaliação entre R$ 15 bilhões e R$ 20 bilhões. A adquirente, que faturou R$ 636 milhões no primeiro semestre deste ano – nada menos do que um aumento de 92% na comparação anual – espera entregar lucro líquido de R$ 250 milhões neste ano, revertendo o prejuízo de quase R$ 76 milhões de 2017. A companhia fez o pedido de registro da sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Nasdaq dia 1.º de outubro e busca recursos para dar sequência ao seu plano de expansão no Brasil, turbinado com a aquisição da concorrente Elavon, em 2016. São coordenadores do IPO da Stone os bancos Itaú BBA, Credit Suisse, Morgan Stanley, Bank of America Merrill Lynch, Goldman Sachs, JPMorgan, Citigroup e BTG Pactual.

Fila. A oferta da adquirente pode chegar na Nasdaq depois da também brasileira Arco Educação, que na semana passada abriu seu capital na bolsa americana e atingiu uma demanda que superou a oferta em mais de dez vezes junto aos investidores. Antes, mas na bolsa de Nova York, a Nyse, a concorrente PagSeguro, do Uol, movimentou cerca de R$ 7 bilhões em seu IPO, em janeiro. E já fez uma oferta subsequente (follow on) em junho último.

De grão em grão. Fundada em 2012 por André Street e Eduardo Pontes, a Stone é controlada pela DLP Pagamentos, que no ano passado comprou a fatia do banco Pan (ex-Panamericano) na adquirente por R$ 229 milhões. Com mais de 200 mil clientes ativos ao final de junho último, a empresa mais que dobrou a sua base em um ano e tem feito concorrência para as gigantes do setor de maquininhas como Cielo, de Bradesco e Banco do Brasil, Rede, do Itaú Unibanco, e GetNet, do Santander. Procurada, a Stone informou que “no momento não pode conceder nenhum tipo de informação ou entrevista à imprensa” por conta do IPO.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos as notícias em tempo real

Mais conteúdo sobre:

Stonenasdaq