SulAmérica contra-ataca e volta a explorar mercados regionais

SulAmérica contra-ataca e volta a explorar mercados regionais

Coluna do Broadcast

27 de junho de 2019 | 05h00

A seguradora SulAmérica vai voltar a explorar nichos regionais no setor de saúde. Com foco em pequenas e médias empresas, a primeira praça a receber a nova oferta é o Rio de Janeiro. A ofensiva da companhia, que ocorre em meio à expansão de operadoras regionais, como a Hapvida, para mercados tradicionais como São Paulo e Rio, deve avançar para outras regiões. A estratégia inclui parceiros diversos. No Rio, a primogênita da “família regional” é a Rede D’or.

Mais risco

O portfólio regional terá preço cerca de 20% mais atrativo que os produtos de entrada da SulAmérica, e valor inicial de R$ 132,00. Para evitar que o temor de analistas do mercado se confirme, com aumento de custos e de sinistralidade, a estratégia da seguradora é a adoção de tecnologia e novos métodos de remuneração, baseados em diagnósticos, por exemplo, e não apenas o tradicional modelo fee-for-service, no qual as operadoras pagam a quantidade de procedimentos feitos.

Saúde e ponto final

O reforço da SulAmérica no setor tem ainda como pano de fundo a estratégia da companhia de se consolidar cada vez mais como uma seguradora com foco em saúde, segmento que já responde por mais de 70% do seu faturamento. Depois de vender as carteiras de grandes riscos e capitalização, o grupo, controlado pela família Larragoiti, teria contrato de exclusividade com uma seguradora internacional para se desfazer da operação de automóvel e ramos elementares, que iria até agosto próximo. A possibilidade de conversas com a Allianz não vem de hoje. Outras seguradoras também estão de olho. Procurada, a SulAmérica diz que não comenta rumores de mercado.

contato: colunadobroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

sulamerica

Tendências: