SulAmérica convoca pesos-pesados da saúde para fundo específico do setor

SulAmérica convoca pesos-pesados da saúde para fundo específico do setor

Altamiro Silva Junior e Cristiane Barbieri

11 de agosto de 2021 | 05h30

Aos poucos, o mercado de fundos brasileiro começa a se especializar para buscar retornos maiores, em nichos específicos e mais rentáveis. A seguradora SulAmérica, por exemplo, criou um fundo voltado exclusivamente ao setor de saúde e biotecnologia, que aportará recursos em empresas no Brasil e nos Estados Unidos. Para ajudar na seleção das empresas investidas, criou um conselho consultivo, com presidentes de alguns dos maiores hospitais do País: Denise Santos, da Beneficência Portuguesa, e Sidney Klajner, que comanda o Albert Einstein.

Com reuniões periódicas, o conselho tem dois executivos da casa, o novo presidente da SulAmérica, Ricardo Bottas, e o ex-CEO, Gabriel Portella, que deixou o comando da seguradora em março e rumo ao conselho de administração.

O fundo investe 80% do patrimônio no setor de saúde e fármaco no Brasil e 20% na compra de ETF (fundos de índice) de biotecnologia nos EUA. “Faz um combo de saúde no Brasil e biotech nos Estados Unidos, com a curadoria desse conselho consultivo”, afirma Marcelo Mello, vice-presidente de investimentos, vida e previdência da SulAmérica.

A ideia do fundo surgiu quando os gestores da seguradora fizeram uma análise de longo prazo dos papéis do setor de saúde e biotecnologia nos dois países e viram que o desempenho das empresas “deu um banho” nos índices tradicionais de ações. “O mundo todo tem carência por saúde suplementar e novas descobertas”, diz Mello. A carteira começou com R$ 30 milhões em patrimônio, da própria seguradora para poder iniciar a estratégia de investimento.

Esta nota foi publicada no Broadcast + no dia 10/08/2021, às 15h25.

Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse 

Contato: colunabroadcast@estadao.com

 

Tudo o que sabemos sobre:

sulamericafundosaúde

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.