Sun Mobi quer captar R$ 200 milhões para construir novas fazendas solares

Sun Mobi quer captar R$ 200 milhões para construir novas fazendas solares

Coluna do Broadcast

10 de setembro de 2019 | 04h00

Por Luciana Collet

A Sun Mobi pretende atrair investidores para dar andamento ao seu negócio de geração solar compartilhada, baseado na construção de fazendas solares que atendem a vários clientes. A intenção é captar R$ 200 milhões, entre investimento direto e financiamentos, para viabilizar a implantação de 60 megawatts-pico (MWp) até o fim de 2022. O plano é obter pelos menos R$ 70 milhões em 2019, para 20 MWp, enquanto os R$ 130 milhões restantes poderiam ser obtidos ao longo de 2020, para os próximos 40 MWp.

As novas usinas da empresa devem ser instaladas no Estado de São Paulo, onde a Sun Mobi já possui projetos em funcionamento, em Araçoiaba da Serra e Porto Feliz. A estimativa é de que as usinas evitem a emissão de quase 200 mil toneladas de CO2 ao longo de sua vida útil, o que equivale ao plantio de florestas em uma área equivalente a mil campos de futebol.

Foto: Divulgação/Pedro Mascaro

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

energia

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: