Tarjab redesenha plantas para retomada dos lançamentos imobiliários

Tarjab redesenha plantas para retomada dos lançamentos imobiliários

Circe Bonatelli

04 de fevereiro de 2021 | 05h04

Panorâmica mostra avanço dos prédios na cidade de São Paulo. Crédito da foto: Tiago Queiroz / AE

 

A incorporadora paulistana Tarjab, da mesma família que dá nome à empresa, prevê a retomada dos negócios em 2021, após adiar a abertura de novos estandes em 2020 devido à pandemia. A companhia prevê lançar até cinco empreendimentos neste ano, podendo ultrapassar os R$ 400 milhões em valor geral de vendas. No ano passado, foram apenas R$ 150 milhões.

Novo desenho. A Tarjab adiou novos projetos não só pelas incertezas econômicas provocadas pela pandemia e pela maior demora na obtenção de licenças junto à prefeitura, mas também porque a própria empresa decidiu rever as plantas.

Novos gostos. Como as pessoas têm passado mais tempo em casa, a incorporadora entendeu que estão dando mais valor a moradias maiores, com espaços para home office e condomínio com mais itens de lazer. Em um projeto adiado, por exemplo, a Tarjab cortou apartamentos de só um dormitório e aumentou a quantidade de imóveis de dois e três dormitórios no mix do prédio.

Melhor só. Apesar de a expectativa de voltar a crescer neste ano, a Tarjab não vislumbra uma oferta de ações em Bolsa para levantar recursos – estratégia bastante procurada por incorporadoras e empresas de outros segmentos. Antes disso, a companhia entende ser preciso reforçar a governança e ganhar musculatura com seus lançamentos.

 

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroad no Twitter

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 03/02/2021 às 16:06

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse
http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Tudo o que sabemos sobre:

Tarjab; imóveis; lançamentos; plantas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.