Teles atingem marca de 100 mil antenas instaladas no País

Teles atingem marca de 100 mil antenas instaladas no País

Anne Warth

02 de julho de 2020 | 04h15

As teles atingiram a marca de 100 mil antenas de telefonia e internet móvel instaladas em todo o País. O número impressiona, mas o setor afirma que precisa de muito mais para atender os clientes com qualidade. Cerca de 4 mil pedidos de licença de instalação estão parados nas prefeituras de diversas capitais – 1,7 mil apenas em São Paulo.

Investimento. Somente essas 4 mil novas antenas demandariam R$ 2 bilhões em investimentos, de acordo Marcos Ferrari, presidente do Sinditelebrasil, que representa as maiores operadoras do País. A entidade é uma das principais defensoras da lei federal de antenas, que simplifica e digitaliza o processo. Seus termos, no entanto, precisam ser incorporados por cada município.

Mais celulares, mais antenas. A demanda pelo serviço 4G é crescente e, consequentemente, o número de antenas também. A cada minuto, 33 novos chips são ativados no País e já existem 157,2 milhões de números em operação. De acordo com dados da Associação Brasileira de Infraestrutura para as Telecomunicações (Abrintel), cada antena deveria atender até 1,5 mil clientes. No Brasil, essa proporção é de 2,3 mil. Em alguns bairros da Zona Leste de São Paulo, uma antena chega a atender mais de 10 mil pessoas.

contato: colunadobroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

teles

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.