Ton, da Stone, traz analista do Citi para tocar diretoria financeira

Aline Bronzati e André Ítalo Rocha

20 de agosto de 2020 | 04h12

O analista do Citi, Felipe Gaspar Salomão, deixou o banco para assumir o cargo de diretor financeiro (CFO) da Ton, joint venture da Stone com a Globo. Com três anos de casa, o movimento marca uma mudança em sua trajetória. Até então focado na análise de empresas, atuando, além do Citi, nas equipes de research de bancos como Brasil Plural e Morgan Stanley, ele passa agora para o outro lado.

Pequenos. Lançada às vésperas das medidas de isolamento social para conter a pandemia no País, a Ton é uma união da Stone, de maquininhas, com a Globo, para atuar junto a microempreendedores e profissionais autônomos. A Stone tem 67% da Ton, e a Globo, os outros 33%.

Tentáculos. A joint venture com a Globo é uma das iniciativas da Stone para ganhar mercado em meio à guerra das maquininhas. Outra é a possível compra da Linx, de tecnologia, caso vença a disputa pelo ativo. Nesse sentido, levantou mais US$ 1,495 bilhão (cerca de R$ 8,2 bilhões) essa semana em uma oferta de ações (follow on) na Nasdaq. Procurada, a Stone não comentou. O Citi também não se manifestou.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.