Troca de cheque por cartão evita perda de R$ 12 bi ao setor de consumo

Economia & Negócios

25 de outubro de 2016 | 11h17

A substituição do cheque por cartões de débito e crédito evitou uma perda de R$ 12 bilhões aos setores de comércio e serviços somente no primeiro semestre deste ano. O peso do cheque tem espaço menor a cada dia, segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs). Em 2008, os cheques representavam 77% dos pagamentos. Hoje, a relação mudou: o cheque responde por 44%. Do total movimentado por cheques no primeiro semestre, os devolvidos representaram 3,7%. Se considerada a participação dos cheques em 2008, o prejuízo com os “sem fundos” seria de R$ 27,5 bilhões no período.

Tudo o que sabemos sobre:

Cartões

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: