Uso de maquininhas para pagar compras com auxílio emergencial deve ser anunciado quinta

Uso de maquininhas para pagar compras com auxílio emergencial deve ser anunciado quinta

Aline Bronzati

26 de maio de 2020 | 05h02

Foto: Gabriela Biló/Estadão

A Caixa Econômica Federal trabalha para anunciar no fim desta semana, possivelmente, já na quinta-feira, dia 28, o projeto que desenha junto às donas de maquininhas de cartão para disponibilizar uma nova forma de pagamento do auxílio emergencial de R$ 600. A iniciativa envolve os três pesos pesados do setor: Cielo, de Bradesco e Banco do Brasil, Rede, do Itaú Unibanco, e Getnet, do Santander, conforme antecipou a Coluna do Broadcast com exclusividade, no dia 19 de abril.

Os últimos testes estão sendo feitos. A ideia é que a iniciativa ajude a evitar novamente a cena de longas filas nas agências da Caixa para recebimento do auxílio emergencial. Com apoio das maquininhas, o banco vai permitir que os recursos sejam utilizados no pagamento de compras em estabelecimentos físicos.

Pagamentos serão feitos via QR Code

Isso será possível por meio da tecnologia do QR Code, os quadradinhos que se popularizaram ainda mais na quarentena. A cada transação, um código é gerado e, então, o pagamento da compra é feito, utilizando os recursos do auxílio emergencial.

Assim, as contas poupanças digitais abertas por conta do programa serão transformadas em carteiras virtuais. Das mais de 50 milhões, ao menos metade dos usuários não tinha conta em banco. A instituição quer utilizar esse ‘ativo’ para ajudar a turbinar sua subsidiária no setor de meios de pagamentos, a Caixa Cartões.

O desempenho das donas de maquininhas no projeto do auxílio emergencial também deve ajudar a contar pontos para a competição que o banco está fazendo para leiloar uma parceria no segmento. Atualmente, Cielo e Rede atuam com a instituição.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.