Venda de produtos usados cresce na pandemia e aumenta frequência da OLX

Venda de produtos usados cresce na pandemia e aumenta frequência da OLX

Talita Nascimento

30 de abril de 2021 | 05h30

Crédito da foto: Nilton Fukuda/Estadão

Celular é o item mais buscado.  Foto: Nilton Fukuda/Estadão

A crise causada pela pandemia fez os brasileiros buscarem mais produtos usados. Em 2020, o volume de vendas de seminovos e usados da OLX cresceu 26% comparado com 2019. A procura de itens no site, por sua vez, cresceu 11% no mesmo período.

Pesquisa feita pela empresa com 1.906 usuários mostrou que os brasileiros compraram usados sete vezes no último ano, com um tíquete médio de R$ 555. Celulares são os preferidos de 28% dos interessados em comprar algo de segunda mão. Na sequência, estão roupas, calçados e itens esportivos, com 27%. Equipamentos eletrônicos têm 22% da preferência; eletrodomésticos, 17%; e móveis, 15%.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 28/04, às 16h14.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

OLXusadoscelular

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.