Venda de vitaminas cresce mais de 50% ao mês durante pandemia

Venda de vitaminas cresce mais de 50% ao mês durante pandemia

Cristiane Barbieri

21 de maio de 2020 | 05h12

O consumo de vitaminas disparou no Brasil com a pandemia. Em março, o crescimento atingiu 54%, em relação ao mesmo mês de 2019. Em abril, houve novo salto de 58% em relação ao ano anterior, segundo relatório da empresa de dados sobre saúde IQVIA. Para aproveitar a tendência, a Cimed, conhecida pelos medicamentos a preços acessíveis, está lançando a vitamina Lavitan CDZSE, voltada ao aumento da imunidade. Em abril, as vendas da empresa aumentaram 20%.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

vitaminascoronavírus

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.