Verde Asset, de Stuhlberger, capta R$ 5,6 bi em janeiro e supera bancos privados e XP

Verde Asset, de Stuhlberger, capta R$ 5,6 bi em janeiro e supera bancos privados e XP

Ernani Fagundes

02 de março de 2021 | 05h00

Luis Stuhlberger, gestor do badalado fundo Verde. Foto: Iara Morselli/Estadão

O gestor Luis Stuhlberger deve estar feliz nesse início de 2021, por conta da captação aberta de seu fundo – que parecia disputa por ingressos em show de rock no último mês.

A Verde Asset registrou captação líquida de R$ 5,6 bilhões em janeiro, superando o desempenho dos bancos privados e da XP. Com a entrada desses recursos, a gestora agora acumula R$ 54,5 bilhões em patrimônio sob seus cuidados. Os dados oficiais foram divulgados no ranking de gestão de recursos elaborado pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

De acordo com o ranking que reúne 750 gestoras associadas, a Verde Asset ficou na vice-liderança em janeiro, sendo superada apenas pela gestora Caixa Asset (R$ 10,027 bilhões), da Caixa Econômica Federal. O banco público recebe sazonalmente, nesta época do ano, recursos de impostos municipais (IPTU) de prefeituras, que os aplicam em fundos de renda fixa de risco soberano e com liquidez diária.

Pela ordem do ranking, o Bradesco ficou na terceira posição em captação líquida (R$ 3,087 bilhões), seguido pela XP Asset (R$ 3,091 bilhões), ARX (R$ 2,373 bilhões), JGP Gestão (R$ 1,001 bilhão).

Na ponta contrária, a líder em patrimônio BB DTVM registrou resgate líquido de R$ 21,8 bilhões em janeiro, montante principalmente influenciado pela retirada bilionária de um fundo exclusivo BB Carteira Ativa FIA da Previ, com ações da Vale, cujo patrimônio foi migrado para a carteira do Plano 1 do fundo de pensão.

Na sequência, entre os grandes bancos privados, o Itaú registrou resgate líquido de R$ 6,454 bilhões, sendo a saída de R$ 3,1 bilhões da categoria renda fixa, e resgate de R$ 2,07 bilhões da categoria previdência.

A gestora do Sistema de Cooperativas de Crédito – Sicredi – que teve forte captação no ano passado em renda fixa – mudou o sinal e apresenta resgate líquido de R$ 1,7 bilhão em janeiro. Por fim, a Santander Asset Management mostrou saída de R$ 1,6 bilhão em recursos, resgate concentrado na renda fixa.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 25/02/2021, às 14:35:36 .

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

Fundo VerdeLuis StuhlbergerBancosXP

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.