Visa e Mastercard pedem benção ao BC para retomar pagamento via WhatsApp

Visa e Mastercard pedem benção ao BC para retomar pagamento via WhatsApp

Aline Bronzati

09 de julho de 2020 | 05h00

WhatsApp escolhe Brasil para estrear serviço de pagamentos pelo app. FOTO: WHATSAPP

As bandeiras de cartões Visa e Mastercard já submeteram pedido de aprovação ao Banco Central para retomarem a solução de pagamentos do WhatsApp, do Facebook. Está nas mãos do órgão regulador a volta da funcionalidade, que ficou apenas cerca de dez dias no ar. A Visa protocolou o pedido no último dia 06 de julho. Já a Mastercard fez isso na noite de ontem, dia 07.

Sob a justificativa de que era necessário avaliar riscos ao sistema, no que se refere à competição, eficiência e privacidade de dados, o BC optou por suspender a solução. Para isso, mudou as regras do jogo, com a edição de uma nova circular. O Brasil foi o primeiro país escolhido pelo WhatsApp para estrear no mercado de meios de pagamentos.

Empresas esperam liberação rápida pelo BC

O presidente da Visa, Fernando Teles, espera rapidez por parte do BC e vê a possibilidade de um retorno positivo do regulador ainda em julho. Já o presidente da Mastercard, João Pedro Paro Neto, acha difícil falar em ‘tempo’ uma vez que se trata de um novo arranjo. Não vê, porém, demora na resposta.

O BC não sinalizou um prazo, mas tem prometido ‘agilidade e rapidez’. Desde a suspensão, o WhatsApp tratou de se aproximar do BC e prometeu adesão ao sistema de pagamentos instantâneos, o PIX. Além dos riscos, o regulador teme que o aplicativo mais famoso entre os brasileiros concorra com a novidade. Procurado, o BC não comentou.

Cade já liberou envolvidos

A decisão do BC de suspender a solução de pagamentos do WhatsApp foi acompanhada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), que também viu riscos em torno da parceria entre o Facebook, dono do aplicativo, e a Cielo, responsável pelo processamento das transações. O órgão antitruste, porém, já voltou atrás e liberou os envolvidos. Manteve, contudo, a investigação.

Esta notícia foi publicada no Broadcast no dia 08/07 às 16:54

contato: colunadobroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

VisaMastercardpagamentowhatsapp

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: