Volume de importações de bens de capital encolhe US$ 10 bi e retrocede 9 anos

Coluna do Broadcast

31 de janeiro de 2017 | 05h00

exportacao_bob riha_reuters_blog

(Foto: Bob Riha/Reuters)

O ano de 2016 foi um dos piores da história para importadores de bens de capital no Brasil. Com o País impactado pela crise política e econômica, o volume de importações do setor encolheu quase US$ 10 bilhões (21%), para US$ 29,8 bilhões, em relação ao ano anterior, que já havia sido ruim, conforme a Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais (Abimei). Os valores retrocederam ao patamar de 2007. As piores quedas foram em equipamento móvel de transporte e máquinas e ferramentas, superior à casa de 40%.

Inversão

Com tal desempenho, o setor perdeu 30% do seu faturamento no ano passado, sendo que, em 2015, já havia registrado queda de 25%. Para este ano, o segmento de importação de bens de capital espera inversão no ritmo, com discreto avanço.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.