VTRM Energia obtém financiamento de R$ 1,62 bi do BNDES

VTRM Energia obtém financiamento de R$ 1,62 bi do BNDES

Wilian Miron

15 de julho de 2021 | 05h40

Foto: Werther Santana/Estadão

A VTRM Energia, joint venture criada entre a Votorantim Energia e o fundo canadense CPP Investments, obteve um financiamento de R$ 1,62 bilhão junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a construção dos Complexos Eólicos Ventos do Piauí II e III, compostos por dez usinas.

Os empreendimentos somam 409,20 megawatts (MW) de capacidade instalada, e vão produzir energia suficiente para abastecer 800 mil domicílios. Eles serão implantados nos municípios de Curral Novo do Piauí, Paulistana, no Estado do Piauí, e em Araripina e Ouricuri, em Pernambuco.

Os recursos serão utilizados principalmente para a aquisição de aerogeradores no Brasil. Cada complexo será conectado ao Sistema Interligado Nacional (SIN) por meio de uma linha de transmissão até a subestação Curral Novo do Piauí II, já operacional.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast Energia+ no dia 13/07/2021, às 19h23.

Broadcast + é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse 

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

 

Tudo o que sabemos sobre:

VTRM Energiabndeseolico

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.