Warren mira R$ 50 bi sob custódia em 4 anos com plataforma para parceiros

Warren mira R$ 50 bi sob custódia em 4 anos com plataforma para parceiros

Cynthia Decloedt

15 de dezembro de 2021 | 17h15

Plataforma reformula braço de relacionamento com planejadores financeiros   Foto: Fabio Motta/Estadão

Após incorporar a gestora de fortunas Vitra Capital e receber aporte de R$ 300 milhões do fundo soberano de Cingapura, a plataforma de investimentos Warren reformula seu braço B2B, de relacionamento com planejadores financeiros, consultores e gestores. A meta, por meio da WarrenPro, novo nome da plataforma B2B, é elevar em 40% o número de parceiros e alcançar R$ 50 bilhões sob gestão em quatro anos, somente por esse canal. Hoje, a Warren tem 200 parceiros e não trabalha com agentes autônomos de investimento.

A plataforma é white label, ou seja, o parceiro pode colocar sua marca nos produtos que oferece. Até aqui, a Warren tinha um braço de gestão de terceiros, com acesso restrito à sua plataforma.

Agora, entram fundos internacionais, seguros e previdência e a possibilidade de criação de fundos exclusivos para family offices. Também clientes que chegam à plataforma espontaneamente, por meio de canais digitais e de nove escritórios espalhados pelo Sul e Sudeste. A Warren tem hoje mais de R$ 20 bilhões sob gestão.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 15/12/21, às 09h49.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

gestoraWarrenplataforma de investimentos

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.