XP deve ser primeira brasileira a ter BDR listado na B3

XP deve ser primeira brasileira a ter BDR listado na B3

Fernanda Guimarães

12 de agosto de 2020 | 05h00

 

A XP Investimentos deve ser a primeira companhia brasileira com capital aberto no exterior a estrear os Brazilian Depositary Receipts (títulos emitidos no Brasil que representam uma ação listada lá fora), após a flexibilização das regras desses papéis pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A rapidez no movimento vai ao encontro do discurso na estreia na Nasdaq – de desejar que os investidores brasileiros tenham acesso a seus papéis. Foi o motivo que a levou a lançar dois fundos locais com suas ações logo depois de sua oferta inicial de ações. Hoje, a CVM anunciou uma mudança na regulação, que permitiu a empresas com mais da metade de ativos localizados no Brasil emitirem BDRs. Além da XP, há enorme expectativa da chegada na B3 de Pagseguro e Stone.

Apetite aberto. Já há, inclusive, muita gente com pretensões de lançar BDRs em setembro, quando a nova regra entra em vigor. Na prática, um banco intermediário é quem traz o BDR. Como as ações existem lá fora, elas precisam ficar depositadas e bloqueadas em uma instituição financeira, que atua como custodiante. É assim que se forma o lastro da BDR.

Vem que é nossa. Além da regra permitir a listagem de BDRS de brasileiras no País, a partir de setembro todas as pessoas físicas passam a ter acesso a esses ativos. Há cerca de 550 BDRs listados hoje na B3: todos de empresas gringas, incluindo as Big Techs.

Diversificação. O sócio da XP responsável pela área financeira, Bruno Constantino, afirmou que a mudança da regra “irá beneficiar ainda mais os investidores brasileiros”, em um momento no qual a diversificação e alocação de investimentos se tornam um desafio maior, com juros a 2% ao ano. “Precisamos seguir modernizando nosso mercado financeiro e essa mudança de regulação é mais um movimento nesse sentido”, disse.

 

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 11/08/2020 às 15:32

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse

http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Contato: colunabroadcast@estadao.com

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.