XP lança plataforma para consultor de investimento e mira R$ 15 bi sob custódia até o fim do ano

XP lança plataforma para consultor de investimento e mira R$ 15 bi sob custódia até o fim do ano

Fernanda Guimarães

14 de agosto de 2020 | 05h30

Rogério Carvalho, responsável pela plataforma de agentes autônomos por 9 anos, cuidará da nova área / Foto: Divulgação

Em mais uma nova frente de negócios, a XP está lançando uma plataforma exclusiva aos consultores de investimento. Ao contrário do agente autônomo – cujo trabalho a XP ajudou a popularizar -, o consultor pode recomendar investimentos tendo em vista às necessidades de seu cliente, conforme as regras do regulador. É mais um passo para fechar o cerco à criação do sistema completo de investimentos. Na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) há hoje 300 empresas de consultorias registradas e, de cara, 21 já têm contrato assinado com a XP, que migrarão, de início, R$ 3 bilhões, dos R$ 6 bilhões que têm sob gestão, para a maior plataforma de investimento do País. A meta é acoplar à nova plataforma, que terá toda a estrutura da XP, até ao final deste ano, 100 companhias de consultoria de investimento e ter R$ 15 bilhões sob gestão.

Comandante da área também responde por plataforma de gestores de carteira

À frente da empreitada está Rogério Carvalho, há dez anos na XP e por nove como responsável pela área de agentes autônomos. Sob o seu guarda-chuva, além da plataforma dedicada aos consultores, está também à voltada aos gestores de carteiras, que começou a rodar em abril deste ano. Segundo Carvalho, a nova investida tem por traz o lema de desbancarização, tendo em vista que 90% dos investimentos ainda estão dentro dos cinco maiores bancos do País.

Plataforma quer investimentos que ainda se concentram em bancos

A figura do consultor de investimento ainda é muito nova no Brasil: é regulamentada há apenas três anos pela CVM, mas a percepção é de que espaço para crescimento é enorme. Isso porque o novo pano de fundo é de juro baixíssimo no Brasil, em termos reais indo à casa do zero, o que vai empurrar os investidores para carteiras diversificadas e a cada dia mais distantes da segurança dos títulos públicos. Por isso o lançamento, que seria em dezembro, foi antecipado para agora. Nos Estados Unidos, os consultores têm US$ 2 trilhões sob custódia, em mais de 12 mil empresas.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 12/08/2020 às 15:54:41.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Contato: colunabroadcast@estadao.com

fernanda.guimaraes@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.