XP obtém aval da CVM para CRI com destinação de recursos à dívida passada

XP obtém aval da CVM para CRI com destinação de recursos à dívida passada

Corretora não tem uma operação específica na manga, mas tenta abrir um mercado de grande potencial

Coluna do Broadcast

04 de julho de 2019 | 04h00

A XP obteve aprovação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para emitir um Certificado de Recebível Imobiliário com lastro em crédito que envolva recursos para reembolso de despesas já pagas. A estrutura não está prevista na regulação, e a consulta da XP teria estimulado a CVM a pensar em mudar a norma. Tanto que o presidente da CVM, Marcelo Barbosa, sinalizou na semana passada, durante evento em São Paulo, que uma consulta pública poderia ser aberta para incluir na instrução a possibilidade de destinar recursos para reembolso.

Força total. A XP não tem uma operação específica na manga, mas tenta abrir um mercado de grande potencial. Participantes do mercado estimam que o volume de emissões pode dobrar, caso a CVM autorize em norma os CRIs para reembolso. Atualmente, o estoque de CRIs – que financiam apenas despesas futuras – está em torno de R$ 78 bilhões. Esse tipo de operação estava parada na CVM desde o fim de 2017. Procurada, a XP não comentou. /COM CIRCE BONATELLI

Foto: Fabio Motta/Estadão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.