As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

After market, o pregão continua depois do fechamento

Paulo Silvestre

23 de março de 2010 | 20h02

Para quem não tem tempo de acompanhar o sobe-e-desce da Bolsa durante o dia, o after market é uma saída. Já ouviu falar? Como diz o nome, o after market ocorre depois do horário de fechamento da Bolsa que, atualmente, é das 10h às 17h. Então, mesmo depois do fechamento do pregão, o investidor pode continuar comprando e vendendo ações. Como?  Da mesma forma que no pregão regular_ via home broker, o sistema de negociação online da Bolsa. Ou seja, o after market é um horário extra que possibilita que investidores sem tempo durante o dia também negociem ações. As negociações ocorrem até as 19h, e as operações são fechadas automaticamente por meio do sistema eletrônico de negociação da Bolsa, o Mega Bolsa.

Existem, porém, as regrinhas de negociação:  os preços das ordens enviadas nesse período não podem exceder à variação máxima positiva ou negativa de 2% em relação ao preço de fechamento do pregão regular. Uma ação que fechou a R$ 100 no pregão regular, por exemplo, deverá oscilar entre R$ 98 e R$ 102 no after market.

Essa regra existe justamente para evitar grandes oscilações de preços e volume.  Isso limita um pouco o apetite maior de investidores mais experientes. É por isso mesmo que o after market ficou conhecido como um espaço, principalmente, para os pequenos e médios investidores. Ainda tem dúvidas? Então escreva!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.