As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O PIB dos EUA e o boi na pista

Paulo Silvestre

26 de fevereiro de 2010 | 18h52

Hoje foi anunciado que o PIB dos EUA cresceu à taxa anual de 5,9% no quarto trimestre.  No ano, houve contração de 2,4%. Existem três formas de analisar o PIB.

A primeira é  trimestre contra trimestre imediatamente anterior. Exemplo: quarto tri de 2009 em comparação com terceiro tri do mesmo ano, 2009. Essa, inclusive, é a forma mais utilizada.

A segunda é o trimestre de um ano contra o mesmo trimestre do ano anterior. Exemplo: quarto tri de 2009 em comparação com quarto tri do ano anterior, 2008.

Por fim, média sobre média. Ou seja,  a média dos quatro trimestres do ano comparada com a média dos quatro trimestres do ano anterior.

Ao analisarmos o PIB e compararmos trimestre contra trimestre de anos diferentes podemos dizer que é como o  carro que vem numa velocidade X e dá  uma freada porque passou um boi na pista. Neste caso,  analisamos a velocidade do carro antes e depois do boi.  Eu conversei com o economista Luis Leal, do banco ABC Brasil, que me explicou que, a partir do momento que o carro vai acelerando de novo, a velocidade aumenta, mas não necessariamente vai ser maior do que a velocidade que o carro estava antes de passar o boi na pista.  Ao comparar o quarto tri de um ano com o quatro tri do ano anterior, seria o caso de comparar 100 metros antes de o carro encontrar o boi e 100 metros depois que passou o boi, por exemplo, sempre a mesma medida, que é o caso dos trimestres.

A outra forma de comparar seria a aceleração: divida os 100 metros em quatro partes  (é como se estivesse dividindo o ano em quatro trimestres). Aí, compare cada 25 metros com 25 metros imediatamente anteriores (trimestre de um ano contra trimestre anterior do mesmo ano. Que é a forma mais utilizada de comparação, como eu disse acima). Então quando dizemos que o PIB cresceu à taxa anual de 5,9% no quarto trimestre estamos comparando com o trimestre imediatamente anterior.

Por que taxa anual de 5,9%? Taxa anual significa que o PIB foi anualizado. Aqui no Brasil isso não ocorre, mas nos EUA  é comum. Lá, o PIB é sempre divulgado com taxa anualizada. Ou seja, é projetado quanto seria o PIB no ano se mantivesse esse crescimento do trimestre. Para fazer o cálculo, eles elevam o PIB à quarta potência. O que significa que o PIB lá não cresceu 5,9% no quarto tri, mas é a projeção anual.

Comparando com o Brasil…. a expectativa aqui no  4º trimestre de 2009 em relação ao 3º  trimestre é que o PIB cresça em torno de 2,4%. Se for anualizar resulta em, mais ou menos,  10%. Mas, aqui, o IBGE determina que o PIB seja divulgado sem taxa anualizada. É bom lembrar que não há certo ou errado nessa história. É só uma forma de apresentar o número e que responde à pergunta: qual seria o PIB trimestral se valesse para o ano todo?

Para terminar, temos ainda que o PIB dos EUA teve contração de 2,4% no ano em 2009.  Neste caso, é média sobre média. A média da velocidade do carro antes e depois de encontrar o boi. Por causa da freada, a velocidade média cai muito.  Em outras palavras, um pedaço grande da segunda parte da viagem teve a velocidade reduzida a praticamente zero. Essa queda de 2,4% do PIB dos EUA reflete um período de aceleração muito baixa.  Nesse caso, o boi no caminho que resultou na freada e colocou o PIB lá pra baixo foi a crise internacional. O boi, na verdade, foi a quebra do Lehman Brothers.

Comparando com o Brasil…. a expectativa é que o País cresça a taxas chinesas no quarto trimestre de 2009. Mas, no ano, porém, o PIB ficará próximo de zero. Por quê? Porque o PIB negativo no final de 2008  pesa no PIB anual de 2009.  O contrário vai acontecer em 2010, já que o 4º trimestre de 2009 terá um PIB ótimo. Isso fará com que o PIB anual de 2010 seja alto.  Ainda tem dúvidas? Então escreva. Até.

Tudo o que sabemos sobre:

EUALehman BrothersPIBtaxa anualtrimestre

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.