Desaceleração da inflação é movimento de curto prazo, diz economista

Yolanda Fordelone

29 de junho de 2011 | 09h53

No Relatório Trimestral de Inflação divulgado nesta quarta-feira, o Banco Central elevou a projeção para a inflação neste ano e em 2012, apesar de as últimas divulgações terem mostrado uma desaceleração na alta dos preços. Para o economista sênior do Espírito Santo Investment Bank, Flávio Serrano, o fato pode ser explicado: “Não há mudanças na estrutura da inflação. A desaceleração é causada por uma queda momentânea dos preços dos alimentos e combustíveis.”

Ouça a entrevista completa abaixo:

Download

Tudo o que sabemos sobre:

Banco Centralinflaçãojuro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.