finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

À espera da reunião da UE, Bovespa abre em alta

Yolanda Fordelone

24 de outubro de 2011 | 11h03

Sem nenhuma definição sobre a reunião de cúpula da União Europeia no fim de semana, os mercados agora reagem à notícia de que haverá um novo encontro na quarta-feira. A Ásia e Europa, em geral, estão otimistas e têm uma segunda-feira de alta. Nesse clima, abriu a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) com ganhos de 0,04%, a 55.276 pontos.

“O mercado está altamente volátil. O Ibovespa futuro abriu em alta, virou e voltou pro terreno positivo”,comenta o diretor da corretora Geral, Ivanor Torres. “Tudo ficou para quarta-feira. O fim de semana foi sem novidades”, diz.

Em geral, ele diz que a percepção do risco está mais amena uma vez que os dois principais problemas (default dos Estados Unidos e fim do euro) estão descartados.

“Acredito em uma recuperação lenta a partir de agora, apesar da insolvência da Grécia”, afirma.

No Brasil, a crise se reflete nas projeções de crescimento em 2011. O mercado financeiro reduziu a estimativa do Produto Interno Bruto (PIB), de 3,42% para 3,30%, segundo o boletim Focus. Para o ano que vem, a projeção para o crescimento da economia foi reduzida de 3,60% para 3,51%.

Torres alerta que a preocupação agora gira em torno do protecionismo que pode haver em alguns países,com a criação de barreiras comerciais. Isso desestimularia ainda mais a economia já parada.

Na Europa, os investidores vão às compras nesta manhã. A Bolsa de Londres sobe 0,49%, Paris, 0,23%, Frankfurt, 0,21% e Madri,0,01%.

O dólar, pelo contrário, cai 0,17%, cotado a R$ 1,777.

Tudo o que sabemos sobre:

açõesbolsaBovespa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: