Ações da TAM sobem 1,79% após Cade aprovar fusão com Lan

Bianca Pinto Lima

14 de dezembro de 2011 | 17h27

Texto atualizado às 19h

As ações PN da companhia aérea TAM fecharam em alta de 1,79% e ficaram entre as maiores altas do Ibovespa nesta quarta-feira. Os papéis reagiram à aprovação, pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), da fusão com a chilena Lan.

As ações da Lan também subiram após a decisão e encerraram o dia com valorização de 0,75% no mercado chileno. Já o índice IPSA, da Bolsa de Santiago, recuou 1,14%.

O Cade aprovou por unanimidade a fusão, mas determinou restrições para a operação que criou a maior empresa do setor na América Latina e uma das dez maiores do mundo. Entre elas, o relator do órgão sugeriu o veto à união das companhias na rota Guarulhos – Santiago – Guarulhos, na qual a Latam dominaria mais de  80% do transporte.

Tudo o que sabemos sobre:

CadeLanTAM

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.