Ações do Facebook atingem nova mínima devido a análises pessimistas

Estadão

31 de agosto de 2012 | 14h25

Clarissa Mangueira

NOVA YORK –  As ações do Facebook fecharam em queda de 5,40%, na mínima histórica de US$ 18,06, após analistas do Bank of America Merrill Lynch reduzirem sua previsão para o preço do papel, o que também foi feito pela BMO Capital Marktets.  O preço é menor do que a metade do valor de US$ 38 da Oferta Pública Inicial (IPO, em inglês) de ações da empresa em maio, em meio a uma série de análises pessimistas.

O BofA/Merrill cortou o preço-alvo da ação do Facebook para US$ 23, de US$ 35, enquanto o BMO Capital Markets reduziu o preço-alvo para US$ 15, de US$ 25, e classificou a ação como “underperform (desempenho abaixo da média do mercado).

Já a corretora Stifel Nicolaus foi mais “construtiva” sobre os papéis, mas alertou sobre uma “falta de ímpeto dos lucros” e bilhões de ações adicionais que se tornarão elegíveis para serem colocadas no mercado mais para o fim do ano. As informações são da Dow Jones. 

::VEJA TAMBÉM::

Facebook vai remover ‘likes’ falsos em páginas de marcas

 

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.