Analistas dizem que Suíça pode impor novo teto para franco nessa semana

Bianca Pinto Lima

21 de setembro de 2011 | 11h16

O Banco Nacional da Suíça (SNB, na sigla em inglês) está no foco do mercado de câmbio de novo, com especulações de que o banco central pode impor um teto mais rígido para a valorização do franco, impedindo que o euro caia abaixo de 1,25 franco. A medida poderia ser anunciada ainda está semana. No último dia 6, foi estabelecido um teto de 1,20 franco por euro. Às 10h10 (de Brasília), o euro estava cotado a 1,2215 franco.

Na semana passada, o SNB afirmou que está “extremamente determinado” a defender a taxa de 1,20 franco por euro, mesmo que isso signifique a compra de “quantias ilimitadas” de moeda estrangeira. O banco central também afirmou que o franco permanece muito forte. “Isso sugere que o SNB prefere ver o franco ainda mais fraco, então certamente não podemos descartar uma elevação da taxa mínima para 1,25 franco por euro”, diz Lutz Karpowitz, analista de câmbio do Commerzbank.

Muitos observadores concordam que o franco está sobrevalorizado, mas enquanto a crise da dívida na zona do euro persistir, existem poucas chances de os investidores abandonarem a moeda da Suíça. “O verdadeiro teste para o SNB ainda está por vir, e não vai acontecer até que hajam notícias muito ruins vindas da zona do euro, então a ameaça de intervenção é adequada no momento. É como ter uma bomba atômica, sem precisar realmente utilizá-la”, comenta Thomas Steinemann, estrategista do Bank Vontobel.

Leia tudo sobre os mercados financeiros e a crise econômica nos Estados Unidos e Europa

(Álvaro Campos, da Agência Estado)

Tudo o que sabemos sobre:

Rebaixamento dos EUA; Bolsas despencam

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.