Após pregão de queda, Bovespa se recupera

Yolanda Fordelone

20 de dezembro de 2011 | 11h09

Faltando oito pregões para terminar o ano, a Bolsa de Valores de São Paulo abriu com leve recuperação na manhã desta terça-feira, 20.  Bovespa avançou 0,98%, a 55.841 pontos, na abertura.

“Creio que seja uma reação à queda de ontem”, avalia o economista da Souza Barros, Clodoir Vieira. Ontem, o Ibovespa recuou 1,42%, acumulando queda de mais de 20% no ano. “Neste ano, não acredito que haverá rali”, diz Vieira, ao comentar sobre o movimento de compras presenciado na Bovespa em alguns finais de ano.

O principal motivo da queda de ontem foi a aprovação dos países da zona do euro do reforço de 150 bilhões de euros ao Fundo Monetários Internacional (FMI), valor abaixo de inicialmente esperado, de 200 bilhões de euros. Além disso, a morte do ditador norte-coreano Kim Jong-il afetou o desempenho das bolsas.

Na Europa, as bolsas têm sinais distintos. No momento, Londres recua 0,27%, Frankfurt, 0,25%, Paris sobe 0,93% e Madri, 0,70%. O dólar cai 0,59%, a R$ 1,857.

Em um dia de agenda fraca de indicadores, o economista diz que os investidores podem olhar para alguns dados dos EUA, como o número de novas construções.

Tudo o que sabemos sobre:

açõeseuropa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.