BCE: operação semanal de retirada de liquidez fica abaixo da meta

Estadão

29 de novembro de 2011 | 11h57

A operação semanal do Banco Central Europeu para drenar o volume de suas compras de bônus do sistema bancário da zona do euro ficou abaixo da meta da autoridade monetária pela primeira vez desde maio, segundo dados da instituição. Essa também foi a sexta vez que o banco não conseguiu cumprir sua meta desde que iniciou o programa em maio de 2010 e a primeira vez desde que retomou o programa em agosto.

Segundo os dados, os bancos estão acumulando dinheiro em meio à intensificação da crise da zona do euro. O BCE retirou € 194,199 bilhões no sua operação semanal, abaixo da meta de € 203,5 bilhões. O valor da meta equivale ao volume total de compras dentro do programa do BCE para comprar os bônus governamentais da zona do euro no mercado secundário.

Após o anúncio do resultado da operação abaixo da meta, o euro recuou ante o dólar, revertendo os ganhos alcançados mais cedo na sessão após um leilão de bônus da Itália. Às 11h25 (de Brasília), o euro operava a US$ 1,3336, de US$ 1,3320 no fim da segunda-feira em Nova York.

Peter Chatwell, estrategista de taxas de juros do Crédit Agricole CIB, afirmou que as preocupações dos bancos sobre colateral podem ter feito com que usassem seu dinheiro diferentemente do que fizeram no passado. Os bancos podem “não querer agora dar dinheiro ao BCE quando há bills (do Tesouro) em oferta, que podem ser usadas como colateral no BCE”.

Embora possam obter retornos mais elevados com depósitos no BCE, os bancos estão usando dinheiro como garantia para refinanciar, em vez de instrumentos de curto prazo que eles podem usar no BCE, destacou o estrategista.

Os bancos estão usando cada vez mais o BCE como um intermediário. Isso é resultado da crescente preocupação entre os bancos sobre a exposição de seus rivais à crise da dívida da zona do euro. Bancos estão tomando empréstimos em patamares recorde na principal operação de refinanciamento semanal do BCE e também estão depositando fundos na operação overnight da autoridade monetária em volumes muito elevados. As informações são da Dow Jones.

(Clarissa Mangueira, da Agência Estado)

Tudo o que sabemos sobre:

BCEliquidez

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.