Bolsa de Tóquio cai 1,21% com temor sobre a Grécia

Estadão

28 de setembro de 2011 | 21h58

Tóquio, 28 – A Bolsa de Tóquio opera em queda, com os investidores continuando a mostrar nervosismo diante da crise da dívida soberana da Grécia, antes de uma importante votação no Parlamento da Alemanha sobre o projeto de fortalecimento do Programa Europeu de Estabilidade Financeira (EFSF).

“O foco do mercado deverá mudar de como salvar a Grécia para como conter o impacto de um default da Grécia – o que levará tempo para resolver”, disse o estrategista Toshikazu Horiuchi, da Cosmo Securities. Segundo ele, a queda forte dos preços das commodities também reflete novas preocupações quanto a uma possível desaceleração da economia da China.

Há pouco, as ações da Fanuc, que exporta muito para a China, caíam 1,6% e as da Komatsu recuavam 3,0%. As da Tokyo Electric Power (Tepco) caíam 9,5%, depois de o jornal Nikkei revelar que a empresa prometeu, em carta a instituições financeiras, não pedir que suas dívidas sejam perdoadas.

Às 21h49 (de Brasília), o índice Nikkei caía 104 pontos (1,21%), para 8.511 pontos.

As informações são da Dow Jones. (Renato Martins)

eia tudo sobre os mercados financeiros e a crise econômica nos Estados Unidos e Europa

Tudo o que sabemos sobre:

bolsas; Ásia; Tóquio

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.