Bolsa de Tóquio cai 1,54%

Estadão

19 de setembro de 2011 | 22h17

Tóquio, 19 – A Bolsa de Tóquio opera em queda, em reação à baixa do euro frente ao iene que se seguiu ao rebaixamento do rating da dívida da Itália pela Standard & Poor’s. Mas as baixas são limitadas, depois do anúncio de que a Grécia teve “uma discussão substantiva e produtiva” com seus credores oficiais nesta segunda-feira.

“O rebaixamento da Itália pela S&P provavelmente já estava nos preços, o que explica por que a queda das ações na abertura de Tóquio não foi tão pronunciada. Existem expectativas de que as condições se estabilizem por pelo menos alguns dias ou semanas, caso se chegue a algum acordo sobre a Grécia”, disse o estrategista Toshikazu Horiuchi.

Ações de empresas exportadoras com grande exposição ao euro estão entre as que mais estão caindo; há pouco, as da Sony caíam 2,9% e as da Nikon recuavam 2,0%; as da Mitsubishi Heavy Industries perdiam 2,1%, em reação ao noticiário sobre um ataque cibernético a seus servidores e computadores pessoais; no setor financeiro, as ações da Dai-Ichi Life Insurance caíam 5,4% há pouco.

Às 21h44 (de Brasília), o índice Nikkei caía 136 pontos (1,54%), para 8.727 pontos.

As informações são da Dow Jones. (Renato Martins)

Tudo o que sabemos sobre:

mercados; bolsas; Ásia; Tóquio

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.