Bolsas da Ásia fecham em baixa com temores sobre Europa

Yolanda Fordelone

25 de junho de 2012 | 08h39

A maioria dos mercados asiáticos iniciou a semana em baixa. Nesta segunda-feira, as bolsas da região foram influenciadas, principalmente, pelas incertezas sobre a capacidade de a União Europeia encontrar soluções para o problema da dívida soberana.

Este foi o caso na Bolsa de Hong Kong, com os investidores andando de lado antes da reunião de cúpula da UE na quinta e na sexta-feira. O Hang Seng perdeu 0,5% e terminou aos 18.897,45 pontos. O segmento de recursos naturais foi o mais atingido. China Coal caiu 2,8%, enquanto Chalco baixou 2,4%.

O Nikkei caiu 63,73 pontos, ou 0,7%, e terminou aos 8.734,62 pontos, após baixa de 0,3% na sessão de sexta-feira. O volume de negociações foi muito fraco e recuou para 1,39 bilhão de ações.

Além do fator europeu, as Bolsas da China ficaram no campo negativo pelo quarto pregão seguido, novamente devido às persistentes preocupações com a desaceleração da economia doméstica. O Xangai Composto caiu 1,6% e terminou aos 2.224,11 pontos. O Shenzhen Composto perdeu 2,5%, aos 919,40 pontos. Destaque negativo também para o setor de recursos naturais, com Jiangxi Copper em baixa de 3,9%, Chalco com recuo de 2,1% Zijin Mining em declínio de 2,5%.

As informações são da Dow Jones.

Antonio Rogério Cazzali, Ricardo Criez e Roberto Carlos dos Santos, da Agência Estado

Tudo o que sabemos sobre:

Ásiabolsa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.