carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Bolsas de NY devem abrir enfraquecidas, à espera de mais dados nos EUA

Estadão

27 de março de 2012 | 10h30

Danielle Chaves, da Agência Estado

NOVA YORK- Os índices futuros das bolsas de Nova York apontam para abertura fraca na sessão de hoje, depois dos ganhos obtidos na sessão de ontem. Entre os motivos para as perdas observadas no mercado futuro está a divulgação de uma pesquisa sobre os preços das moradias nos EUA, que caíram em janeiro. Às 10h15 (de Brasília), Dow Jones futuro caía 0,03%, Nasdaq cedia 0,03% e S&P 500 recuava 0,04%.

Os sinais saídos do mercado de ações da Europa também são fracos. O Tesouro da Espanha fez um leilão de títulos em que vendeu dentro do pretendido, mas teve de oferecer juros mais altos nos papéis de seis meses. Com isso, o entusiasmo gerado pelo leilão bem sucedido de dívida da Itália e pelo indicador forte sobre a confiança do consumidor da França acabou diminuindo.

Os preços dos imóveis caíram nos EUA em janeiro e atingiram novas mínimas, com os preços médios das moradias voltando para os níveis em que estavam há quase uma década, no início de 2003, segundo a pesquisa Case-Shiller sa Standard & Poor’s. Agora os investidores aguardarão os dados sobre confiança do consumidor dos EUA e sobre a atividade industrial do Fed de Richmond, previstos para as 11h (de Brasília).

No noticiário corporativo, as ações da Apollo Group caíam 6% no pré-mercado, apesar de a empresa do setor de educação ter anunciado lucros e receita em seu segundo trimestre fiscal que excederam as expectativas. A construtora Lennar, que também informou resultados trimestrais acima do esperado, subia 3,8%. As informações são da Dow Jones.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: