Bolsas de NY sobem com notícias de EUA e Alemanha

Bianca Pinto Lima

29 de setembro de 2011 | 10h56

As bolsas de Nova York abriram em alta, com notícias favoráveis dentro e fora do país. Às 10h36 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 2,04%, o Nasdaq avançava 1,85%, e o S&P 500 tinha alta de 1,92%.

Mais cedo, o Parlamento da Alemanha aprovou a lei para expandir o fundo de resgate europeu. Hoje também chegam a Atenas os representantes da Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional (FMI) e Banco Central Europeu (BCE), para verificar as condições da Grécia de receber a próxima parcela de ajuda financeira.

A chegada dos inspetores, porém, se dá em meio a muitos protestos da população. Mas segundo o ministro de Finanças da Alemanha, Wolfgang Schaeuble, os líderes da zona do euro provavelmente não vão decidir sobre essa próxima parcela até a reunião de 13 de outubro.

Já na agenda econômica dos EUA, a alta pela manhã foi impulsionada pela divulgação de dados melhores que o esperado sobre a revisão da economia no segundo trimestre e a queda acentuada no número de pedidos de auxílio-desemprego.

O Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA cresceu 1,3% no segundo trimestre, de acordo com a revisão final do dado. Já o número de pedidos de auxílio-desemprego caiu 37 mil, para 391 mil, na semana passada, superando a estimativa de queda de 3 mil.

Leia tudo sobre os mercados financeiros e a crise econômica nos Estados Unidos e Europa

(Luciana Antonello Xavier, da Agência Estado)

Tudo o que sabemos sobre:

Rebaixamento dos EUA; Bolsas despencam

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.