Bolsas de Tóquio e Seul operam em queda

Estadão

13 de dezembro de 2011 | 23h15

A Bolsa de Tóquio opera em leve queda, acompanhando a baixa da Bolsa de Nova York depois de o Federal Reserve não anunciar nenhuma medida. Segundo o estrategista Hideyuki Ishiguro, da Okasan Securities, o recuo do euro frente ao iene também está contribuindo para a baixa. Há pouco, o euro estava cotado a € 101,66.

“Eu não acredito que a situação da Europa vá piorar”, disse Ishiguro, lembrando os leilões bem sucedidos de bônus da Espanha e da Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF) ocorridos nesta terça-feira.

As ações das grandes empresas exportadoras estão em queda; há pouco, as da Fanuc caíam 1,4% e as da Sony recuavam 1,6%. Às 23h12 (de Brasília), o índice Nikkei caía 17 pontos (0,20%), para 8.535 pontos.

Na Coreia do Sul, a bolsa de Seul também tem perdas, acompanhando a queda das Bolsas dos EUA. “A maioria dos grandes eventos do ano já passou. O mercado deverá continuar patinando por algum tempo, com o índice Kospi testando suas mínimas”, disse o analista Park Seok-hyun, da KTB Securities. Segundo ele, quem está vendendo ações no momento são os investidores estrangeiros.

Às 22h44 (de Brasília), o Kospi recuava 2 pontos (0,13%), para 1.861 pontos.

As informações são da Dow Jones. (Renato Martins)

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.