Bovespa acompanha piora externa e passa a cair

Estadão

24 de julho de 2012 | 11h26

Olivia Bulla, da Agência Estado

Em linha com a mudança de sinal dos mercados acionários em Nova York, a Bovespa migrou para o terreno negativo ao final da manhã e já abandonou os 53 mil pontos, embora ainda defenda um importante suporte em torno dos 52,5 mil pontos nesta sessão.

Na mínima, registrada por volta das 11h20, o Ibovespa caía 0,92%, aos 52.546,88 pontos, depois de ter subido até 0,72%, aos 53.416 pontos, na máxima. Em Wall Street, os índices Dow Jones e S&P 500 cediam 0,72% e 0,68%, nesta ordem. Na Europa, destaque paras as quedas entre 2% e 3% nos mercados em Lisboa, Madri e Milão.

Neste horário, apenas cinco ações figuravam na lista dos principais destaques positivos na Bolsa. Os ganhos eram liderados por LLX ON, com +6,18%, ainda diante de rumores sobre eventual fechamento de capital da companhia. Na sequência, apareciam Itaú Unibanco PN (+2,74%) e Itaúsa PN (+2,55%), em reação ao balanço financeiro divulgado pelo maior banco privado do País. Banco do Brasil ON (+0,41%) e Copel PNB (+0,37%) completavam a lista.

Tudo o que sabemos sobre:

Bovespa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.