bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Bovespa amplia queda para 2% e renova mínima do ano

Estadão

15 de abril de 2013 | 14h10

Olívia Bulla, da Agência Estado

SÃO PAULO – Em linha com a piora dos mercados internacionais, onde os índices acionários norte-americanos exibem perdas de mais de 1%, a Bovespa acelerou a queda e renovou a menor pontuação verificada durante uma sessão neste ano, afastando-se ainda mais dos 54 mil pontos. A performance doméstica é influenciada pelos dados fracos de atividade na China, que afetam os negócios com risco ao redor do mundo.

Pouco antes das 14 horas, o Ibovespa caía 2,18%, aos 53.766,08 pontos, reduzindo parte da queda registrada na pontuação mínima do dia e, de quebra, do ano, quando cedeu 2,29%, aos 53.701 pontos. Trata-se da menor pontuação registrada durante um pregão em 2013, superando o verificado na sessão do dia 5 de abril, aos 53.794 pontos, até então o nível mais baixo do ano. Em termos de fechamento, a mínima do ano foi registrada em 4 de abril, aos 54.648,15 pontos.

Neste horário, apenas sete ações figuravam entre os principais destaques de alta, ao passo que as blue chips – Petrobras, Vale e OGX – registravam perdas entre 2% e 5%. Em Nova York, os índices Dow Jones e S&P 500 cediam 1,10% e 1,42%, respectivamente.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: